Paulo Bento

Paulo Bento

Treinador

Extremamente competitivo e reconhecido como um líder forte, com elogiadas competências no campo da formação e desenvolvimento de jogadores e equipas, é um fortíssimo candidato para uma posição ao mais alto nível, em clubes ou selecções, fruto dos resultados comprovados ao longo da sua ainda curta mas quase incomparável carreira.

South Korea

Biografia

Nome:

Equipa: South Korea

Carreira

2018/- - South Korea

2018 - Ghongqing Lifan

2016/17 - Olympiacos

2016 - Cruzeiro

2011/14 - Portugal

2005/10 - Sporting CP

2004/05 - Sporting CP (Sub-19)

Apresentação

Com apenas 48 anos, Paulo bento é um dos mais experientes e bem sucedidos treinadores da sua geração, não apenas em clubes, mas também no patamar internacional, depois do seu desempenho como seleccionador nacional de Portugal. Pondo fim a uma carreira de prestígio como jogador em 2004 (múltiplos troféus conquistados ao serviço de clubes como Benfica, Oviedo e Sporting, para além de presença constante na selecção), transitou de imediato para as funções de técnico, assumindo o comando da equipa de Sub-19 do Sporting, que levou ao título nacional nessa mesma época. Chamado para dirigir a formação principal a meio da temporada seguinte, em substituição de José Peseiro, Paulo Bento iniciou um período invulgarmente longo como treinador principal do Sporting, devorando recordes e alcançando quatro segundos lugares consecutivos, lutando pelo título com os rivais FC Porto e Benfica, apesar de dispor de um orçamento manifestamente inferior, obtendo, simultaneamente, os melhores resultados de sempre na Liga dos Campeões. Em Setembro de 2010 tomou posse como seleccionador nacional de Portugal, quando a equipa enfrentava sérias dificuldades para alcançar a qualificação para a fase final do Euro’ 12. A sua reconhecida capacidade de liderança teve impacto imediato e não apenas alcançou o apuramento como conduziu a formação lusa até às meias-finais, caindo apenas nas grandes-penalidades, diante da Espanha, campeã do Mundo. O Portugal de Paulo Bento foi, aliás, a primeira e única equipa, no espaço de vários anos, a ganhar a luta de posse de bola e domínio com uma selecção espanhola que, até esse momento, parecia imbatível. O técnico continuou o seu trabalho com mais uma qualificação bem sucedida, desta feita para o Mundial de 2014, no Brasil, mas desta feita não foi além da fase de grupos. Extremamente competitivo e reconhecido como um líder forte, com elogiadas competências no campo da formação e desenvolvimento de jogadores e equipas, é um fortíssimo candidato para uma posição ao mais alto nível, em clubes ou selecções, fruto dos resultados comprovados ao longo da sua ainda curta mas quase incomparável carreira. Como técnico do Olympiacos, voltou a demonstrar toda a sua competência, lançando a equipa para a conquista de mais um título da liga grega. O técnico luso está agora no comando da Selecção da Coreia do Sul, com vista à preparação do Campeonato do Mundo de 2022.