Marco Silva

Marco Silva

Treinador

Marco Silva, aquele que foi o mais jovem treinador da I Liga portuguesa, é um caso de sucesso: aos 37 anos, deixou o Sporting, depois de vencer a Taça de Portugal, troféu que o clube não levantava desde 2008, para rumar à Grécia, onde se sagrou campeão com Olympiacos, batendo praticamente todos os recordes da competição. As passagens pelo Hull City e pelo Watford apenas reforçaram a sua reputação como um dos grandes valores da nova geração de técnicos e tem o céu como limite na sua carreira internacional.

Everton FC

Biografia

Nome: Marco Alexandre Saraiva da Silva

Equipa: Everton FC

Nacionalidade : Portugal

Altura: 180 cm

Peso: 74 Kg

Carreira

2018/19 - Everton FC

2017/18 - Watford FC

2016/17 - Hull City AFC

2015/16 - Olympiacos FC

2014/15 - Sporting Clube de Portugal

2011/14 - G.D. Estoril Praia

Apresentação

Marco Silva, que era o mais jovem treinador da I Liga, é um caso de sucesso. Com apenas 37 anos, o ex-jogador do Estoril-Praia vestiu, enquanto jogador, as camisolas do Odivelas, Salgueiros, Sporting de Braga B, Rio Ave, Campomaiorense, Trofense, Atlético, Belenenses e Estoril-Praia, de 2005 a 2010, antes de trocar as chuteiras pela braçadeira de treinador. Convidado para director desportivo no Estoril Praia, viu-se chamado a assumir as funções de técnico principal a meio da temporada e, apesar da má classificação, inverteu o rumo da equipa conquistando, ainda na mesma época, o título de campeão nacional da II Liga. Com um modelo de jogo ambicioso e bem definido, próprio de um clube de topo, atacou o desafio do escalão principal com um futebol atractivo, prático e dinâmico, levando o clube ao quinto lugar no final do campeonato, a melhor classificação de sempre e uma brilhante qualificação para a Liga Europa. Marco conseguiu, porém, ultrapassar o feito na temporada seguinte, já que, apesar de perder as principais referências da equipa em cada sector, alcançou o quarto lugar. Os resultados obtidos despertaram a cobiça dos maiores emblemas portugueses e, no Verão de 2014, assinou pelo Sporting. Apesar do défice orçamental para os principais rivais, Benfica e FC Porto, a sua equipa bateu-se de igual para igual na luta pelo título e ao terceiro lugar juntou a conquista da Taça de Portugal, troféu que o Sporting não levantava desde 2008. Em 2015 Marco rumou à Grécia, assumindo o comando do Olympiacos, e conduzindo a equipa ao título da Liga Grega, batendo, pelo caminho, quase todos os recordes da competição. As passagens posteriores pelo Hull City e o Watford, apesar de curtas, apenas reforçaram a sua reputação como técnico destinado ao topo do futebol europeu.

Galeria